Susana Cascais é co-fundadora da Dois Corvos – cervejeira artesanal de Marvila. Depois de uma carreira na área do marketing e publicidade em Portugal e nos Estados Unidos, dedicou-se a este projecto com o marido Scott Steffens. A Dois Corvos mudou-se recentemente para uma nova fábrica no Braço de Prata, em Lisboa – que permite continuar o crescimento e também a evolução qualitativa das cervejas. “2.0” é a forma como Susana apelida esta nova fase da marca.

Acompanha a Dois Corvos no

Dois Corvos
• Produziu a primeira cerveja em Julho de 2015
• Produção mensal de 35 mil litros
• Emprega 17 colaboradores
• Já exportou para 14 países
• Barrel aging project com 170 barricas
• Tap Room em Marvila (Rua Capitão Leitão, 94) aberto diariamente a partir das 14h

Susana Cascais
• Co-fundadora e General Manager da Dois Corvos
• Formada em Comunicação Social, Marketing & Advertising
• Foi Marketing Manager na Starbucks e trabalhou na Redhook Brewery (EUA)
• Começou a beber cerveja artesanal em 2012

Banda sonora:
Jingle – Pawel Nowak
Engelwood – Boardwalk Bumps 2
Barbra – Birocratic

  • 1:37 Gostas mais de cerveja ou de choco frito?
  • 2:07 O que leva uma tranquila moça setubalense a partir para os Estados Unidos?
  • 3:16 "Foi em Seattle que eu encontrei o meu amor pela cerveja"
  • 5:36 Nos EUA trabalhaste como Marketing Manager na Starbucks e numa cervejeira artesanal. O que aprendeste com isso e de que forma consegues usar esse conhecimento da Dois Corvos?
  • 7:49 "Lavo pratos, garfos, despejo caixotes do lixo. É de tudo um pouco."
  • 9:15 "O meu trabalho é encontrar o equilibrio entre manter as pessoas inspiradas e contribuirem para aquilo que é a construção da Dois Corvos."
  • 11:11 Quão dificil foi encontrar o novo espaço para a nova fábrica?
  • 13:10 "Esta nova fase significa fazer cada vez melhor aquilo que temos paixão por fazer."
  • 14:59 "O sonho é eu ir jantar a um restaurante e darem-me uma carta de cervejas. O sonho aqui, poirque é uma realidade em tantos outros sítios."
  • 18:23 "Quanto mais a cerveja estiver acessível ao potencial consumidor, baixa-se a barreira de expeirmentação e o consumidor pode perceber que existe alternativa."
  • 24:09 Como se orquestra um lançamento com 20 bares em simultâneo?
  • 25:41 "Foi duro, foi difícil, mas a nossa vida agora é melhor."
  • 27:14 Qual o momento mais difícil até hoje?
  • 30:12 Qual foi o homebrew do Scott que mais te impressionou?
  • 33:55 "O Scott esté sistematicamente a ler livros, ler artigos, a pesquisar... ele nunca pára. Está sempre à procura de fazer melhor."
  • 34:26 Onde vês a Dois Corvos daqui a 4 anos e 10 anos?
  • 36:33 Vês algum reconhecimento/notoriedade por ter o melhor barrel aging project do país?
  • 38:53 Quão importante é a exportação para a Dois Corvos?
  • 41:25 No Mash de 2018, a Dois Corvos estava ao lado de Trillium, Verdant, Farmstead Hill, Monkish... Como é ser um cool kid on the block?
  • 42:52 Ainda cabem mais cervejeiras em Marvila?
  • 44:16 Têm-se realizado eventos colaborativos. No último, foram angariados 4000€ para a SPEM. Qual é a importância de envolver desta forma a comunidade?
  • 47:57 "Temos uma equipa fantástica, de pessoas muito inteligentes, dedicadas, com bons fundos e com vontade de levar a Dois Corvos para onde tem de ir."
  • 50:06 Para quando o regresso do DJ Choco Frito?
Scroll to top